Pode comemorar: Unimonte alcança nota 4 (de 5) no Índice Geral de Cursos do MEC

Instituição está entre as 18,9% que obtiveram o índice de excelência no país

De um total de 5, a Unimonte conquistou a nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), avaliação do Ministério da Educação (MEC). Os resultados foram divulgados no último dia 24 e confirmam a evolução que a instituição da Baixada Santista vem obtendo nas avaliações mais recentes.

A Unimonte se destacou também nos cursos das áreas de Saúde e Estética. Os cursos de Enfermagem Estética e Cosmética obtiveram notas 4, no Conceito Preliminar de Curso (CPC), referente a 2016, enquanto Medicina Veterinária e Biomedicina tiveram nota 3, colocando-os entre os melhores do Brasil. Mais uma vez, a nota máxima é 5.

Utilizado para indicar a qualidade das graduações no país, o CPC considera o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), avaliações do corpo docente, infraestrutura e organização didático-pedagógica. Já o IGC é calculado anualmente e leva em conta a média dos CPCs dos cursos avaliados no último triênio, ponderada pelo número de matrículas em cada um dos cursos computados. Também entra no cálculo a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação. Das 2.121 instituições analisadas, apenas 18,9% estão na faixa de excelência, com notas 4 (17,4%) e 5 (1,5%).

“A Unimonte vem num trabalho consistente ao longo dos anos e isso não é um resultado pontual. Todos os últimos cursos foram bem avaliados. Agora, manter esses resultados é um desafio grande, mas é isso que nos motiva”, comemora o vice-reitor, Adalto Corrêa.

Veja o vídeo de anúncio da nota 4 que rolou no Facebook:

Investimentos

“Os resultados positivos da Unimonte nas avaliações federais vêm da somatória da mudança do modelo de avaliação dos alunos mais próxima do que exige o MEC, da qualificação do corpo docente com 86% de professores mestres e doutores, do incentivo ao aluno com bolsas de pós-graduação, do planejamento acadêmico e do trabalho coletivo de toda uma equipe que culminou com a transformação em sala de aula”, complementa Corrêa.

Também neste ano, a Unimonte obteve o maior crescimento de IGC entre todas as instituições de ensino privado da Baixada Santista. Em 2013, o IGC da Unimonte era de 2,40. Em 2014, foi para 2,47. E, em 2015, ano da avaliação mais recente, subiu para 2,880, um acréscimo de 41 pontos, que representa 17%. O resultado colocou a Unimonte como o melhor centro universitário da Baixada Santista.

Outra grande conquista foi o maior índice de aprovação da Baixada Santista no XXIII Exame da OAB, com 27,08%. Este resultado é reflexo de um intenso trabalho da instituição em oferecer oportunidades ímpares de conhecimento, como a proximidade com a EBRADI – Escola Brasileira de Direito, cursos intensivos, e palestras exclusivas, como os painéis jurídicos da HSM, o maior ecossistema de educação corporativa da América Latina.

“Sempre tivemos dentro de nós essa vontade de fazer o melhor possível, e temos conseguido, dia após dia. Buscamos referências internacionais, nos espelhamos no que há de melhor em educação no mundo, firmamos o nosso compromisso de crescer conscientemente, e, efetivamente, estamos conseguindo. A nota 4 valoriza a todos os alunos, professores e profissionais que acordam todos os dias prontos para transformar o país pela educação. Essa é uma conquista incrível, mas muitas outras estão por vir”
, finaliza o vice-reitor.

Confira alguns dos novos espaços da Unimonte:

 

Estude na São Judas – Campus Unimonte